De mãos dadas

Ontem foi o casamento dos queridos primos Ricardo e Caroline. Tive o imenso privilégio de participar com uma palavra para os noivos. Ao receber o convite para falar em uma data tão importante, confesso que fiquei bem preocupada diante de tamanha responsabilidade. Mas, graças a Deus, deu tudo certo. Atendendo aos pedidos, compartilho com vocês…

Detalhes

Acolhedor

Ele era dependente de drogas. Foi expulso de casa, pois sua família não suportava mais suas atitudes violentas. Na rua, vivendo como “Zé Ninguém”, foi descoberto por um homem desconhecido, que lhe ofereceu comida e um lar acolhedor. O rapaz continuava escravo de seus vícios, chegou a furtar objetos e dinheiro do bondoso senhor. Um…

Detalhes

Dia assim…

Hoje é alegria e saudade. Alegria por poder celebrar a vida de minhas amadas mãe e avós, grandes matriarcas; por poder abraçá-las e lhes desejar um dia feliz. Também posso agradecer às mães que me adotaram em oração e aquelas que me inspiram todos os dias com suas histórias de força e dedicação. Saudade porque…

Detalhes

Alguém assim…

A gente cresce, sai e começa uma vida do nosso jeito. Mas até chegar a esse ponto muitas águas já rolaram… Alguém teve que nos carregar no ventre, depois nos braços; alguém nos alimentou, ajudou a andar, apresentou as primeiras palavras, levou à escola, ensinou tarefas, apontou valores, corrigiu, cuidou, amou… E esse alguém, na…

Detalhes

Tartarugas ninja

Quando eu era criança, vez por outra, assistia ao desenho animado “Tartarugas Ninja”. Semana passada (acredito que) descobri a inspiração para o título, observando o nascimento das tartaruguinhas em uma das praias do litoral piauiense. Depois de eclodirem dos ovos, as fofurinhas saem do ninho em direção ao mar, onde iniciam uma aventura de quatro…

Detalhes

Desastrada, eu?!

Desde sábado tento me defender da pecha que me persegue. É que querem me incluir a todo custo no grupo das desastradas… Por isso argumentei: -Eu nem ando derrubando coisas. Tudo bem que sempre tenho roxos nas canelas porque me taco nas coisas de vez em quando, mas… Minha tese foi por água abaixo (ou…

Detalhes

Voz do povo

Depois de tanto tempo, finalmente criei coragem para desafiá-la. Chamei-a com uma voz seca. Ela apresentou-se com pilhérias e algazarra. Ao perceber que seu “showzinho” não surtira efeito, passou a me pressionar e fazer ameaças. – Preciso conversar com você- disse-lhe em tom enigmático. Ela tentou fazer caso de mim e quis me dar uma…

Detalhes